2 de nov de 2009

Dá-me os pés?

Nos conhecíamos há pouco tempo e ele nunca tinha me pedido isto. Estávamos conversando num barzinho, namoradinhos apaixonados conversando coisas do cotidiano, com olhares convidativos para outro lugar. Fomos para a minha casa e ele me colocou contra a porta ao fechá-la, nunca o vi com tanta fome. Beijou-me arrancando-me as roupas como se eu fosse lhe fugir em segundos. Deixei-o saciar-se de mim... E ele estava completamente sem pudores... Invadindo minha blusa com suas mãos, arrancando meus seios do sutiã e tocando-lhes, apertando, com vontade... Mordiscava meus lábios como a uma fruta doce da estação... Roçava seu corpo contra o meu, fazendo-me perceber todos os índices de que eu não deveria negá-lo, nem por um segundo. Olhou-me penetrantemente nos olhos como se me pedisse para irmos para o quarto, sem fôlego eu respondi com palavras: 'Devora-me.. ' Ele me carregou nos braços e fomos para o quarto. Olhou-me como a uma presa, com tesão. Tirou a camisa e jogou-se contra mim. Senti seu corpo e notei que ele já tinha me despido por completo. Num súbito.. afastou-se de mim.. arrastou-me na cama e ajoelhou-se próximo a mim.. pensei que ia se embrenhar pelo meio de minha fenda, para desaguar-me em tua boca, mas, olhando-me.. meio tímido, pois era a primeira vez que pedia, sussurrou: 'Dá-me os pés?'. Eu, sem entender, mostrei-lhe um deles... Ele pegou, ergueu próximo ao ombro e começou a passar seus lábios dele... beijáva-os.. passou-lhe a língua, e, confesso a sensação foi indescritível.. a ponto da lembrança não me deixar mais escrever...