28 de jul de 2010

Na nuca, ela disse... #



Ela estava de provocação faz um tempo. Estava frio, e ela foi na casa dele, fazer uma pequena e breve visita. Irônico. Ele estava com frio e ela com calor. Que chato. Péssima combinação. Ele não estava muito para conversas. Ela não queria conversar. Ele disse que estava com frio. Ela mandou ele se aquecer. Ele perguntou para ela onde era o lugar mais quente do corpo dela. 'Na nuca, ela disse'. E, ele, obedecendo, foi se aquecer.

8 reações:

Franck disse...

Que bom que passastes pelo 'poemas...', espero que voltes sim, pq com certeza eu voltarei inúmeras vezes por aqui...
Adorei os textos! Bj*

tossan disse...

Numa hora dessas obedece quem tem juizo. Lembro sim e jamais esqueço! Beijo

! Marcelo Cândido ! disse...

Ha, não imaginava que tudo acabaria na nuca, mas acho que é só o começo!!!
hehe
...

A.S. disse...

Não importa por onde se começa... desde que se acabe no local onde se deseja...

Beijosss... e saudades!
AL

Aмbзr Ѽ disse...

ui, que arrepio...
haha, como sempre, uma delícia ler o blog da poetíssima.

voltei, e estava com saudade!

Aмbзr Ѽ disse...

ah, o blog ja esta disponivel. bjs.

Daniel Savio disse...

Eu não diria tão ruim, pois as vezes os opostos se combinam tão bem...

Fiquem com Deus, menina D'Lírios.
Um abraço.

A.S. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.