12 de set de 2009

Lembranças Daquela Noite #


A cama ainda tem o nosso cheiro... Cheiro de corpo, de desejo, de mãos, de pernas, de tesão, de gozo, de prazer. Parece que não vou me concentrar em nada... Por que ele tinha que ir trabalhar?! Queria mais... No horário do almoço eu recebi flores: lindas, vermelhas, perfumadas. Sabia que eram dele. Olhei o cartão, estava preso a um embrulho muito bonito, também vermelho. No cartão tinha uma ordem: 'Venha me ver no trabalho, no nosso carro, vestindo o seu presente, sairei mais cedo'. Abri o embrulho. Suspirei. Respirei fundo. Eu ri! Que safado! O que ele queria... tola eu se perguntasse. Corri ao quarto e comprovei o quanto ele conhece meu corpo. E que perfeição em escolher algo para realçar minhas curvas. Safado... Tomei um banho maravilhoso e aceitei o desafio. Ele queria ver até onde eu iria com aquele jogo... Ele adora me provocar. Pintei as unhas de vermelho. Passei batom: vermelho. Ele queria, ele teria. Coloquei um casaco e fui ao seu encontro. Ele pensava que ia ficar no carro esperando... Meia hora e resolvi subir ao escritório. Ele me olhou e pediu que eu esperasse. Sorriu. Safado. Abri o primeiro botão e deixei ver um pedaço do presente que ele havia escolhido. Ele não estava se contendo aos risos. Os outros advogados no local já tinham percebido. Um deles aproximou-se e disse que ele poderia ir que todos segurariam as pontas. Todos sorrimos. Fiz sinal que o esperaria no carro. No carro, tirei o casaco. Menos de cinco minutos ele desceu. Entrou no carro, no carona, esbaforido. Me olhou e sorriu com cara de safado apertando minha coxa. Dei partida e começamos a pesquisar o motel mais próximo. Não dava para esperar chegar em casa. Ele apertava minhas coxas... passava a mão por minha calcinha, me provocava. Eu olhava-o com desejo, ele respondia: 'olho no volante'. Sedutor. Acariciava meus seios... queria-me louca! Chegamos e entramos no motel. Estacionado o carro saí como estava. Os outros casais nos olhavam e nós não ligávamos. Ele me olhou como se me devorasse. Apertou-me contra seu corpo e abriu a porta. Foram muitos beijos. Muitos amassos. Ele me lambeu o corpo inteiro. Sugou meu néctar. Vibrei e tremi com sua boca me salivando... O provoquei. Provei de seu corpo. Arranhei-o. Mordidas. Gemigos. Idas. Vindas. Pernas. Mãos. Braços. Gemigos. Suor. Tesão. Prazer. Gozo... Satisfação. Saímos de lá quando a madrugada já avisava o novo dia. Em nossa casa, banhos... Carícias. Quantas e quantas lembranças daquela noite...

21 reações:

Alvaro Oliveira disse...

Olá Poetíssima

Então sou eu que deixo sem palavras para comentar, não é?

Isto vai longe, assim!
Quase não os deixava chegar ao Motel! Na próxima, feche mais
a válvula do vapor.rsrs

Bom fim de semana

Beijinhos

Alvaro

Davi Machado disse...

rsrssrsrsrsrssrsrsssss
pois é!..................
um ótimo post
rsrsrss
é fiquei sem ter oq dizer
muito bom mesmo, um dos melhores, tá lá no pódio... rsrs

bjs pre ti! e parabéns.

Bia Maia disse...

Você é FOGOOOOOOOOOOOOOOOO!!
Literalmente FOGO....
Que calor!
Ui!!!!
AMEIIIIIIIII!!
beijos sua linda!!

Biazinha

cristiane machado disse...

Que issooo,amiga!
fiquei sem fôlegooooo!!!!
Vc sempre tirando proveito do q a mulher tem de melhor, o sentido aguçado.
noooooooooossssssssssssaaaaaaaaa........
sem palavras.
te amooooooooo

Paulo disse...

Parabéns.

Eu bem que entrei para tentar fazer um comentário mas .... ufa!...ainda estou sem fôlego.

Perfeito.

Paulinho

Marcos Pinheiro disse...

Que bom fosse se uma relação conseguisse conservar esse romantismo e FOGO pra vida toda, hein? Seria perfeito!

Caramba, quanta atenção e carinho do rapaz. Só pode ser virginiano como eu! [risos]

Texto lindo moça. Parabéns!

Cadinho RoCo disse...

Muito bom quando nos permitimos à tentação.
Cadinho RoCo

Givanildo disse...

Que perfeição em palvras! Muito bom! Senti tudo.
Abraços!

Sentimental ♥ disse...

eu adoro o cheiro q fica na cama e na pele.
bjs

Mågø Mër£Îm disse...

Melhor que lembrar... e poder sentir novamente as sensações.

Realmente GOSTOSO ler o que vc escreve

Érica disse...

Um calor esse texto, um tesão icrível. Imaginei tudo, que situação deliciosa baby.
Beijos

Fernanda. disse...

Lirealmente, fogo! [2]
hsuhsushsuhsus

Belo texto!

Beijos, querida.

Macaires disse...

Belas lembranças, momentos inesquecíveis!

Grande beijo!

(marta selva) disse...

fiquei sem ar lendo isso. hehe
quanto romantismo. qnt desejo.
adorei..

;*

Sazabi disse...

Sorry que o comentário resuma-se a somente isso, mas preciso falar com você x_x

ELTON NEVES O ANJO DAS LETRAS. disse...

Texto de muito bom gosto,de um erotismo refinado,vc tem um estilo muito parecido com o meu. Sua prosa é deliciosa de ser lida,um belo conto para quem gosta de ler sobre um amor de verdade,de entrar em contato através da literatura com aquilo que acontece com um casal que realmente é feliz e que vive plenamente suas fantasias sexuais. Parabéns vc escreve muito bem.

Davi Machado disse...

Poetíssima

tem um selo pra vc no meu blog!!
veja lá, se for do seu agrado pegue-o!

beijos em teu coração!

cristiane machado disse...

Amigaaaaaaaaa, selinho pra vc no meu blog.

Ana Martins disse...

Olá poetíssima,
ainda bem que finalmente encontro o seu blogue.
Vim a pedido de Dona Poesia dizer-lhe que ela fechou o blogue, tentou na altura comentar aqui mas não conseguiu.

Deixo um beijinho dela e outro meu,
Ana Martins

Jéssica V. Amâncio disse...

Ahhh, como você escreve bem, consegue passar toda a emoção, e principalmente o calor do momento.
adorei o 'safado' hahahaha.
homens...aai ai.

! Marcelo Cândido ! disse...

ainda arrepiado
! !!