3 de set de 2009

Mais Que Amigos ou Acontecendo...






Vocês sabem da história deles.

Então, continuando....



Ela chegou em casa arrasada, mas feliz. Os lábios parecia chorar a falta do beijo. Tocava os lábios com saudade do beijo que ainda não sentiu. Ele chegou em casa com raiva. Pela primeira vez, desejou não ter amigos. Ele pensou nela. Ela pensou nele. Os dois pegaram o telefone, e, num átimo de loucura ligaram os mesmo tempo e estava, lógico, ocupado. Ele pensou que ela tinha outro. Ela pensou que ele tinha outra. Frustração. Ligaram de novo, dessa vez, a linha cruzou... 'Alô'... ficaram mudos. 'Só liguei pra desejar mais uma vez boa noite, ele disse, seu telefone estava ocupado, eu estava ligando, ia desistir..' Ela riu. Ela explicou. Eles riram. Despediram-se. Mas eles não se desligaram um do outro. Ainda não era meia noite... Ele estava enlouquecendo. Olhou a lua. Viu a janela dela, a luz ainda não tinha se apagado. Saiu e foi lá. Estava louco. Não pensou em mais nada... Não teria mais amigos. Nem os pais dela. É o amor... ele é arriscado. Jogou uma pedra... duas.. três.. ela apareceu de toalha. Estava no banho. O coração dela só faltou se jogar nos braços dele. Correu e vestiu qualquer coisa e desceu. A respiração parecia que ia ganhar o ar, os olhos se encontraram. O juízo retirou-se e, enfim, ele a tomou nos braços, afagou-lhe os cabelos e a beijou com intensidade. Ela não recusou e nem podia. Os pais foram dormir. Toda rua dormiu. Eles estavam acordados e eletrizados num beijo que parecia não ter fim... cessou-se o beijo e caçaram o ar em volta. Olharam-se e riram num abraço que nutria a saudade ainda não sentida. Despediram-se naquela noite. Não desligaram-se um do outro. Não dormiram direito. Precisavam do novo dia que ia nascer para continuar acontecendo.



Att: Não costumo fazer post com continuação, mas já que minha irmãzinha Bia deu a idéia, está aí! Cheiros maninha!

24 reações:

Bia Maia disse...

Mas minha linda maninha...

Você é demais mesmo!!!

"Precisavam do novo dia que ia nascer para continuar acontecendo."

* Vai ter de continuar!Lá!Lá!Lá! Rsrsrs!

Esta história está é ficando boa demais...leio e me identifico um pouco com algumas coisas...

O amor que vivo hoje é um grande amor de infância....éramos grandes amigos...e 23 anos deposis nos reencontramos...

Ah...o AMOR...que lindo é o AMOR...

Te amo, viu, sua LINDA!!!


Beijos com carinho,

Bia, Biazinha, Biba, Biazoca...

Bia Maia disse...

"Olharam-se e riram num abraço que nutria a saudade ainda não sentida."


Que lindooooooooooooooooooooo!

A SAUDADE ainda não sentida...

Demais isto, viu?

beijos mil!

Bia

Fran disse...

Querida muito obrigafa pelas visitas :)
Fui ler o 1°post pra entender a história e ameeei.
Liinda história, tomara que eles fiquem juntos neh?! :D

Beeijão!

meus instantes e momentos disse...

gosto daqui.
Maurizio

tossan® disse...

Parece Romeu e Julieta urbanos atuais, só assim vejo novela! Fiquei sabendo que Bia é sua irmã. É mesmo ou só carinho? Beijo

Dona Poesia disse...

Que lindo...morri de saudades de um tempo que não volta mais. Mas amei assim, e foi maravilhoso, indescritível.
Nada é eterno, e já ouvi dizer que se Romeu e Julieta tivessem envelhecido a coisa teria sido outra...mas que é bom é. A gente nao esquece nunca. Beijos amiga.

Thiago Maia disse...

ooooooooooooooow amor, perdões, mas tempo é algo que estás a me faltar
rsrsrsrs
universidade, sabes né?
rabiiisco algum nem me engoliu não
relaxe

beijos

Érica disse...

Perfeito. Doces desencontros.. Amei o texto. Ainda bem que continuasse... Adoro teus comentários sempre tão gentis, és mesmo uma querida.
Beijos

Shadow disse...

ainda bem k fizeste continuação, está lindo.. Bjs miguita!!!!

Fernanda Brandão disse...

"Olharam-se e riram num abraço que nutria a saudade ainda não sentida".

Uau, que foda!
belíssima história. Bem envolvente, bem sentida, como eu gosto! :) Boa percepção de tua 'irmã'; seu texto merecia mesmo uma continuação. Aliás, ainda merece OUTRAS mais...
Esperemos!

Grande beijo.
E uma ótima semana, querida

♠J. کchmid♠ disse...

Muito bom, um casal apaixonado não se separa, um sempre estara vivo no coração do outro e adorei a forma como retratou o reencontro bjs
Blog Man in the Box

Givanildo disse...

Me fez lembrar do meu primeiro amor.
Como é bom amar!

Abraços!

Macaires disse...

Que graça, essa história, não poderia deixar de continuar, mataríamos de curiosidades!
Como se fosse capítulo decisivo, de novela no sábado!!!!

Beijo!

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Poetíssima,

Toda história de amor sabe rebobinar o arrepio das palavras.

Adorei!

Espero não perder contato, viu?

Noite de luz, menina linda.

Rebeca

-

Sun disse...

Está muito bem escrito, parabéns ! As tuas belas descrições fazem toda a diferença :)


um beijo querida ^^

Marcos Pinheiro disse...

Nossa... Ou a autora desse blog já deve ter vivido mil e uma loucuras de amou OU tá lendo agora de trás pra frente a coleção de livros açucarados, SABRINA.

Mågø Mër£Îm disse...

Continuou sem perder a magia... rs

reitero... lindo texto!

cristiane machado disse...

Vc sempre me fazendo perder o fôlegos com suas estórias eletrizantes.Te amoooooooo!!!!!

Madamefala disse...

Parece cena de filme romântico...adorei.Só falta escolher os representantes.hihihihi

beijo

Sentimental ♥ disse...

ah, esses beijos assim são realmente mágicos.
bjs

Aмbзr Girℓ ⅞ disse...

adorei... já tinha visitado o blog da sua irmã... mas nao sabia que era sua irmã... vcs são fofas. parabéns.

Guilherme Canedo disse...

Poetissima,

Que belo texto escrito. Gosto da sua forma de escrever e descrever. O amor formado por alegorias e infindáveis vertentes, aquele amor que se prolonga, a "continuação" do que se vê e do que se sente!

Lindo!


beijos

Guilherme

Alvaro Oliveira disse...

Olá Poetíssima

Fico perplexo! como pode ser eu
já ter lido esta continuação e
será que não deixei comentário?
Esta continuação terminada aos beijos, está muito boa! Será que há algo mais a seguir? fico curioso
Vou esperar.Fico sempre em suspense!
Um bom fim de semana, amiga

Beijin hos

Alvaro

ELTON NEVES O ANJO DAS LETRAS. disse...

Texto belissimo,vc é uma das escritoras mais talentosas para escrever sobre o amor que conheço!Aplausos e parabéns,vc sabe tudo deste riscado de escrever sobre o amor,beijos.