6 de set de 2009

Saída Do Toalete [versão dela e dele]


[versão dela]


A inauguração daquele restaurante estava bombando. Comida boa. Bebidas agradáveis e exóticas. Espaço bem divido. E, gente, aparentemente, interessante. Quando soube combinei com as amigas e fomos todas. O balcão estava lotado, sorte nossa termos achado mesa, apesar de eu preferir o balcão. Acredito ser mais descolado. Cada vez mais chegando gente e eu com aquela necessidade feminina de às vezes me olhar no espelho. Coisa nossa, eles nunca vão entender. Mas, nem sempre as amigas estão interessadas em ir junto. Quem disse que mulher sempre vai em comitiva ao banheiro?! Bem, eu queria retocar a maquiagem, fui. O banheiro estava ótimo. O espelho era imenso. Espera até eu contar isso a todas, virão correndo. Retocada, saí. Entretanto, um detalhe negativo [ou não] das portas dos banheiros: elas abrem uma de frente para outra, e, por ironia [ou não] me bati com um homem na saída... Engraçado que, já tinhamos trocado olhares no restaurante. A mesa dele estava de frente para a minha e das minhas amigas. Ele estava com uma mancha na camisa, e agora tinha dado um jeitinho. Mulheres... detalhistas. Ele me olhou de cima a baixo e me saudou com um boa noite acompanhado de um belo sorriso. Eu não estava nem um pouco desinibida, respondi. Me achei ousada. Deve ter sido a vodka. Ele beijou minha mão e me puxou para um canto, perto de uma planta e uma janela. Agarrou-me, beijou-me, mordeu minha orelhinha, passou a língua no meu pescoço, passou as mãos na minha coxa, roçou seu corpo ao meu e eu perdi a conta dos acontecimentos... e tive de ir no banheiro novamente retocar tudo. Trocamos números de telefone. Voltamos as mesas. Sorrimos a noite toda um para o outro. Ele saiu mais cedo... acenou um tchau tímido, depois de tudo aquilo?! E, pela tardinha, para não parecer oferecida, ligo para ele.

[versão dele]

Estava voltando do trabalho e o pessoal falou de um novo lugar. Sexta, homem solteiro, que mora sozinho, não tem hora para chegar em casa... Eu estava com fome e quando cheguei ao local a comida estava num cheiro maravilhoso. Antes, de tarde, comi um cachorro-quente que me fez mal e uma bela mancha na camisa, mas lá, se achasse alguém interessante... eu tiraria a mancha, claro. Jantamos. Conversamos. Bebemos. O lugar estava badalado. Algumas mulheres sentaram-se na mesa próxima a nossa. Alguns eram casados, mas, mesmo assim flertaram, coisa de homem. Estavam trabalhando até tarde naquele dia, para suas mulheres, claro. Ninguém ia passar de flerte. Uma em especial tensionava o olhar para mim, e eu para ela. A mancha estava incomodando e eu fui ao banheiro. Ela ficou menos visível. Na saída, propositalmente me esbarrei em uma mulher... Qualquer uma que saísse do banheiro seria bonita, pois não vi nenhuma que não valesse a pena enquanto estava na mesa. Esbarrei e era ela. Incrível... não aguardei muito... ela tinha retocado o batom. Vermelho. Meu signo é touro. Touro gosta de vermelho e vai atrás. Agarreia-a próximo ao banheiro. Beijei, abracei, minhas mãos tatearam seu corpo... e ela não ficou atras... me apertou, mordeu, arranhou minha nuca... e me deixou louco. Enfim, respirei, peguei o número dela e voltei a mesa. Trocamos mais e mais olhares... tinha que ir, alguns não poderíam trabalhar até tarde assim... espero que ela me ligue... Caso não ligue, a noite a convidarei para jantar...

22 reações:

Bia Maia disse...

Mas vc é mesmo fantástica!

estou ADORANDO estas suas novas histórias....e com as duas versões...dele e dela....rsrsr!

vai ter de continuar....mais um pedido meu!!rs!

Lindona, lhe desejo um lindo feriado e deixo para vc aqui, com muito prazer meu msn:

anabeatrizm36@hotmail.com


beijos com amor nesta minha maninha tão amada!

Biazinha

Guilherme Canedo disse...

Hey!

Belo texto... é um assunto muito legal de se escrever, eu tenho um parecido... e me diverti muito! O meu no caso eu fiz a versão masculina, e uma amiga a feminina... sabendo que não somos muito bons pra saber o que o sexo oposto pensa!Rs...

É instigante para as pessoas saber o que se passa pela mente do amor da sua vida. O que ele pensa... todo mundo gostaria de saber! Rs...

Acho que você leu o meu conto!

O seu ficou ótimo! Parabéns!

beijos

Davi Machado disse...

hey!
como disse, achei massa o texto, tem nada de vago! tem muito desse teu jeito original de escrever, somos dois grãos de areia, ou duas montanhas, somos quem somos, gosto do teu talento e de vc, por vc ser quem é!

bjs ^^

Rafael disse...

Muito bom!
Pois é, as mulheres gostam de achar que as coisas acontecem naturalmente. E os homens se esforçam pra tentar parecer assim...
bjs

Givanildo disse...

Estas casualidades da vida nos dá uma injetada de ânimo muito gande. E você? Muito bem, como sempre, em descrever estes acontecimentos; principalmente o entrelaçamento de corpos.
Parabéns amiga!
Abração!

Aмbзr Girℓ ⅞ disse...

verdadeiro 'match point'...

haha, adorei o bom humor e a leveza dos personagens, o 'versão dele' e 'versão dela' já é uma marca registrada tua.

Blog Suicide Virgin

Sun disse...

Ai que delícia ! Espero que ela ligue mesmo!!! E que ele atenda o telefone....rsrsrs...

beijo querida e uma linda semana*

Fran disse...

Menina, eu adoroo esses seus textos com 'versão dele e dela' :)
Ficou maravilhoso!!!

Beeijão!

Bia Maia disse...

Fofíssima!
Bahianinha, vc é mesmo tudo de bom!
Emana alegria e brilho!!!
Boa terça feira para vc!

Beijos, sua LINDA!!!

Biazinha

* e que a gente saia logo desta gripona que está nos deixando de molho...

Shadow disse...

Adorei!!!!!!!!! Lindo!!!! Captaste toda a mentalidade por detrás do pensamento masculino e feminino!!!! mt bom msm!!!

Anjo vermelho (a origem) disse...

vc é sempre adoravel um versao e outra entende cada sentimento não...

ler vc é muito bom quase um filme da pra se ver ao longo da leitura...

bjos enormes!!

boa semana...

E.Suruba disse...

é uma história??
que bacana1
duas versões!
:D
Criativo

ADiniz disse...

Boa noite!

Vim voando, agradecer sua passagem por lá e desejar-te uma ótima semana.
bjinhos

Unseen Rajasthan disse...

Nice post..Thanks for sharing..Unseen Rajasthan

Fran disse...

Amada, tem selinho para você lá no blog :)

cristiane machado disse...

Amiga, tem selinho de presente pra vc lá no meu blog.
Pega lá.
Bjsssssss, te amooooooo!!!!!!

Lany disse...

Amei. Poderoso! Viajei!
Esqueci até da minha crise alérgica...
E olha que passei para um simples olá...olás assim que enchem o dia de poesia.
Bjkas

Sentimental ♥ disse...

gosto das duas versões, dá um sentido legal e diferente na coisa.
bjs

Fernando Muniz disse...

como sempre, você consegue expressar os dois lados de uma forma impressionante.
poesia fantástica.

um beijo

=*

Marcos Pinheiro disse...

Haja hormonios sendo liberados durante as leituras de seus textos!

ELTON NEVES O ANJO DAS LETRAS. disse...

Menina vc é fan-tás-ti-ca,vc é a minha alma gêmea literária,como me vejo e me identifico contigo como autor literário,vc é boa demais pra ser verdade,uma contista romântica de mão cheia,uma contadora de estórias de amor poucas vezes vista,vc é criativa,inteligente,como já disse tem uma prosa que é uma delicia,e escreves oque o coração humano romântico quer ler. Com certeza este teu blog já é um sucesso,vou linkar está tua página literária,ok?Beijos ganhaste mais um fã para tua literatua moderna e extremamente romãntica!Beijos de arrasar para ti.

Jéssica V. Amâncio disse...

hahahaha. adorei!
muito bom.
haja maquiagem para retocar. rs