23 de jun de 2010

Em tela.. #



Pinte-me em sua tela,
sabendo que nela não desnuda meus segredos,
sabendo que nela não tinge meus medos.
Sabendo que tudo que em mim está contido,
não lhe saltará em cores.

Pinte-me ciente...
nada que em mim se faz,
sairá em teus traços.
Nenhum dos teus riscos será suficiente.
Nenhum toque na tela me trará.

Pinte-me sabendo que não estarei nesta tela.
És ela mais uma representação mal feita
de toda a minha imperfeição.

Pinte-me nesta tela,
sabendo que lembrarei dela,
mas nada nesta tela terá minhas lembranças,
nem mesmo conterá nenhuma das minhas recordações,
nem desta nem de outra vida,
nem dos meus amores, nem dos desabores, nas das limitações. #

1 reações:

Daniel Savio disse...

E que use as tintas feitas com o prazer e o amor...

Fique com Deus, menina D'Lírios.
Um abraço.