22 de jun de 2010

Feridas #


Jaz aqui meus poemas para ti.
Jaz aqui toda a minha poesia para ti.
Eu, que tanto lhe escrevi,
que tanto lhe fiz cartas,
hoje só tenho o seu desprezo,
que é mais que indiferença,
mas é menos do que eu queria e mereço.

Jaz aqui os meus sonhos para ti,
toda a minha felicidade iludida,
todas as minhas tardes perdidas,
todo o meu pensar e o meu planejar,
para um ser que não mais me pertence,
quiçá um dia foi meu.

Jaz aqui os meus delírios e os meus desejos,
não os quero mais vos dedicar,
proferir-lhe-ei mais nada.
Quero que os cantos noturnos te aturdeçam,
pois minhas palavras já esmureceram por ti.

Jaz aqui toda minha ternura,
jaz aqui todos os meus beijos,
jaz aqui todo meu amor,
jaz aqui porque assim tu desejas,
jaz aqui, por você, e somente por você,
nessas feridas palavras paridas,
nestas frias palavras malditas,
meu eterno desamor.

4 reações:

tossan® disse...

Jaz aqui toda minha admiração pelo precioso texto. Bj

Katrina disse...

Muito 1880

Fernando Segredo disse...

Lindo texto.
Que delícia de blog!

Bjs

Daniel Savio disse...

Peosia bonita, apesar de triste...

Fique com Deus, menina D'lírios.
Um abraço.