26 de mar de 2009

Sonhalidade

Acordando de um sonho,
penetro em outro,
ao te ver adormecida em minha cama,
ao meu lado,
perto de mim.

Sonho real.
sonhalidade.

Teu corpo,
estreito em tuas curvas,
mimétrico,
que toquei,
que embevecido tomei,
que nele delirei.

Ligeiramente arredondado,
no mais perfeito compasso.
Me tornarei perito em você.

Mulher em toda dimensão do ser,
cálida, pálida, serena, pequena, minha.

Tudo em ti se faz mulher.
minha mulher, mulher minha.

Sou fascinado pela tua presença,
pelos teus olhares,
pelo teu corpo,
por ti na íntegra.

Te decifraria no escuro,
no claro,
no rubro...

Mas, enfim, me calo.
Para não deixardes de ser
sonho, realidade,
sonhalidade.

2 reações:

EMPOEMAMENTO disse...

Bravos Senhores, Bravos!


Beijos Vermelhos...



Mi e ChicO!

Mihage disse...

Sonhar:
viver quando está dormindo...