18 de jul de 2009

Brigas (versão dela)


Ele sabe o jeito certinho de me deixar de cabelo em pé. Aquele.. ah, nem falo. Não vale a pena eu me descabelar por causa daquele... ah, esquece! Ontem a noite brigamos e já viu tudo. Ele dormiu no sofá. Não gosto nem de ver a cara dele. Só por causa de uma bendita mudança na cozinha que quero fazer... e, claro, segundo ele, porque de minha parte não, um amigo meu que me ligou. Mas era só um amigo meu... não tem lógica. Ciúme besta. De quem ele tem que ter ciúme ele não tem. Morro aos risos... Aquele bobo. Mas dormir sozinha é ruim demais. Sinto falta do calor dele... por mais que seja apenas de um abraço gostoso com aquele respirar no meu pé de ouvido. Aquelas mãos buliçosas que ficam me tentando... Amo demais isso. As pernas entrelaçadas... o beijinho de boa noite que termina em muitos outro beijinhos... A briga só serve para perceber que o quero muito e quero e quero e quero... Mas, será que ele também sente isso por mim?!

Brigas (versão dele)

Minhas costas estão doloridas, só por causa daquela... ah, esquece. O amiguinho dela liga e ela ainda quer que eu sirva suco pro marmanjo... Me poupe. E ela acha que é só a questão da cozinha. Não tem muita relação. Só estou com preguiça, acabo de chegar do trabalho cansado e ela acha de me dá mais trabalho? Eu não sou de ferro. Ela acha o que? Seria tão bom que quando eu chegasse ela me desse massagens e fizesse carinho... Mas sei que ela também está cansada. Mas às vezes não faz mal algum... Da próxima vez compro um sofá mais confortável. Agora, meu amigo, vou te contar... até o sofá tem o cheiro dela. Incrível. A casa cheira a ela. Fiquei pensando nisso a noite toda. Não dormi direito. Amo o cheiro dos cabelos dela... Do corpo dela. Quando ela toma banho e vem toda cheirosinha para cama... Como resistir? Ela ainda faz charme... diz que eu desalinho os cabelos dela, tenho certeza que ela adora! Preciso comprar flores e admitir que ela sempre tem razão. Como sempre. Seja lá o que for... sou apaixonado por ela, e decidir amar ela durante a minha vida inteira. Mas... será que ela pensa isso de mim?!

24 reações:

Shadow disse...

Hilariente... Você captou a simplicidade do anor neste texto... Até nas discuções percebem que se amam... E as duvidas da reciprocidade... Muito bom mesmo...

Thiago Maia disse...

Se és irmã da Bia, somos parentes então, rsrs. E que bom isso, aumentando o círculo familiar, e de quebra, aquariana... Eta laiá!!!

Eu não estou apaixonado, eu sou apaixonado, é diferente, rs. Sem a paixão a vida fica meio monótona, ai nem gosto disso. E você ainda nem me disse seu nome... Garota boa de faro, deve ser de família, pois achei a Bia e você me achou, eheheh.

Texto bacana, como sempre e tudo na vida, as coisas possuem dois lados. O certo é analisar ambos pra nem ficar nesse sofrimento acima relatado. E salve salve o amor, ele supera tuuuuuuuuuuudo.

BEIJO
Ótima noite!

Marcos Pinheiro disse...

Incrível como descreveu a distinção de pensamentos do homem e da mulher, seres que às vezes tão estranhos, mas que por outras, mais estranha ainda, se encaixam perfeitamente, em todos os sentidos - se é que me entende. [risos] Deu vontade até de namorar agora, ter alguém me mimando em casa... Mas só querer não basta, né? Tem que alguém me querer!

: [

Dulce Meireles disse...

gostei muito deste texto muito bem escrito!

dulce

Givanildo disse...

Perfeita descrição, muitos com certeza já se indetificou com esta situação. Só você!
Sabe até como nos homens pensamos!
Isso é covardia!

Abraços amigona!

Äмbзr Gïrℓ ⅞ disse...

isso acontece sempre...

Blog Suicide Virgin

Fran disse...

Aiii que lindo!
E o pior que é axatamente assim, nós mulheres sempre pensamos o pior, quase sempre exageramos...

Beeijão^^

Débora Andrade disse...

Como você escreve bem, nossa. É assim mesmo, quando há amor, não há como ser diferente, diante dos ciúmes mais selvagens, das brigas, diante de qualquer coisa, se há amor, tudo é superado. E você apresentou isso de uma forma linda, dando valor aos detalhes. Incrível.
Amei o blog, acabou de ganhar mais uma seguidora. *-*

beeijo :*

Desenhos Digitais disse...

Elas falam demais, argumenta o time masculino.
Eles não prestam atenção no discurso da mulher, rebatem as damas.

O diálogo, quando capaz de superar diferenças tão expressivas entre seus interlocutores, é prova de que partilhar um mundo a dois é um exercício de comunicação, mesmo que homens sejam de Marte e mulheres sejam de Vênus (como sugere o título de um conhecido livro sobre relacionamentos).

Mas...Ver isto retratado de forma tão doce, inteligente e poética assim...
Eu nunca havia visto!
Parabéns!!

Cristiane Machado disse...

Olha...retrataste bem o q acontece de verdade entre casais q se amam verdadeiramente. Essa coisa de brigar e fazer charminho, e ao mesmo tempo naum conseguir ficar longe um do outro.

Muito bom, amiga.
Beijinhos.

Alê Quites disse...

Salve as diferenças, sempre!

Ah! Eu adoro lírios. Uma vez li que ofertar essa flor significa : "Eu te desafio a me amar".
BeijOS

Érica disse...

Ai ai, lindo. Essas briguinhas só servem pra isso mesmo, temperar os sentimentos, a paixão. Quando fica tudo bem é intenso, pega fogo nos lençois. Adorei as versões, uma graça.
Beijos

O mar me encanta completamente... disse...

Passei para conhecer
teu cantinho.
É lindo e aconchegante.
Tua escrita encanta e convida.
Parabéns.

Beijinho

Glória Salles

Thiago Maia disse...

Assim nem vale... Nem me disse o nome, me encheu de elogios [amei] e ainda descobrimos um parentesco, rsrs.

Tem que haver maior aproximação!!! E adooooooooooro ser aquariano também, tenho na verdade que estudar mais meu signo, sabe, mas gosto dele e do que sou... E agora conhecendo você, ai facilita!!!

E que lance do doelhinho e serpente heim? UFA!!!

=O

Assim perco minha mínima timidez, rsrsrs.

E o blog "rabiiiscos" é lindo não é? lá lá lá... Adoro participar dele, rs.

BEIJOS
E feliz dia dos amigos!!!

Débora Andrade disse...

Olha, tem selo pra você lá no meu blog! (:

beeeijo :*

EMPOEMAMENTO disse...

Sim, essas briguinhas são ótimas!

Pena que o sofá era ruinzinho.
Se eu fosse ela ia era dormir com ele, lá. Nem ligaria para as dores nas costas do dia seguinte!

Depois, isso seria motivo de massagem e Deus sabe mais o quê!

O fato é que a gente briga para ser melhor acarinhado depois!


Beijos vermelhos,


Mi e ChicO!

A Magia da Noite disse...

"da discussão nasce a luz"

╬ Nothing has sense ╬ Felipesfr disse...

adoro teus textos...

perfeito!

possui um prisma duplo e esclarecedor...

e é verdade... quando há amor pode haver brigas, mas sempre se terá o refletir para estar juntos outras vezes...

acredito q brigas assim, servem para nos aproximar mais...
e esse texto ainda me ensina a tentar compreender um pouco mais o outro lado, me ensina a parar com tudo e tantar chegar numa comunicação melhor...

perfeito...

A.S. disse...

Poetissima...

Depois de uma briga, um ramo de flores, palavras apaixonadas e doces caricias, levam momentos de amor sempre intensos...


Beijos...

Dulce Meireles disse...

Obrigada pelo comnetário:X

Dulce Meireles

Sandrita disse...

Perfeito, é bem assim que acontece mesmo!


beijinho

Fernanda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernanda disse...

Eita, fomos descobertos!!!! :x uhsuhshss
Não, mas falando sério: realmente é algo muito gostoso, gostar. Mas melhor que sentir, é SER puro sentimento. Dá um sabor especial para a rotina chata do dia-a-dia...

Quanto ao seu texto, achei o máximo! Como conseguiu transparecer essa coisa gostosa da intimidade, da relação de um casal. Essas briguinhas rotineiras que faz o amor crescer ainda mais na reconciliação.... É engraçado isso de ver a versão de cada um deles né? :)

Muito obrigada pela visita, e volte sempre... certo?

Beijo grande e até mais.

Jorge Leberg disse...

Nossa, teu blog já é bem célebre, hein? Até meu amigo Marcos Pinheiro já deu as caras por aqui...

Interessante a proposta de se mostrar, digamos, os dois lados da moeda, o homem e a mulher, que se complementam em seus questionamentos divergentes e até antagônicos, mas em essência os mesmos. A forma como os desejos - praticamente os mesmos - se encaixam, muito bem colocado. E não derrapou naquela descrição homogeneizante e fácil de descrever homens como cavalos machistas insensíveis, não é bem por esse lado. Abração!