15 de jul de 2009

Toca-Me...


Toca-me como se o amanhã não chegasse...
e como se eu fosse ter meu último suspiro agora.

Toca-me como se não houvesse mais um eu,
depois que a rubra noite se fizer dia.

Toca-me e arranca de mim o eu lascivo,
escondido nas ruas e caminhos do meu ser.

Toca-me e deixe teu rastro,
como o sol que se impõe,
depois de desvirginar o dia na madrugada.

Toca-me, toca-me, toca-me.
Pois amanhã posso não deleitar-me mais perto de ti.

Toca-me e sustenta-me em teus braços,
como se ontem não o tivesse feito,
como se quisesse matar as saudades.

Toca-me e me faça luz, sol e calor.
Calor que reveste a camada da pele,
a qual produz suor..

Toca-me como se não me tivesse amanhã,
como se minhas horas nos escapasse das mãos.

Toca-me com instinto,
sinta meu cheiro e não se limite ao agir.

Toca-me, toca-me, toca-me,
como se amanhã eu não tivesse mais você,
nem você a mim...


21 reações:

Äмbзr Gïrℓ ⅞ disse...

lindo, maravilhoso, sublime desejo de quem quer tocar e ser tocado...

boquiaberta *.*

Blog Suicide Virgin

Alvaro Oliveira disse...

Olá Amiga Poetíssima

Que maravilhoso poema, só ao alcance não de um poeta ou
poetisa, mas sim de uma Poetíssima.
É um encanto de sentimento, amor e
desejo. Está de parabéns minha amiga.

Um beijo

Alvaro

Anjo vermelho disse...

toca-me suas palavras essa paixao que me aquece que me faz delirar nas delicias da imaginação ..
toca-me esse seu talento pro amor que faz brincar com as palavras ao descrever tais sentimentos de pura emoção.

sem palavras!

vc é de mais ^^

Érica disse...

Como se fosse a última vez, tirar tudo que possa de um momento, pra ele se eternizar no tempo...
Tu escreve bem demais, fantástico.
Sentindo na pele tuas palavras.
(suspiros).
Beijos
:**

EMPOEMAMENTO disse...

Toca-Me...

Porque trepar é bom de mais, heim...
Sejamos francos...

Viva: A Poesia, o Amor e O sexo!

Tudo junto num frigir de ovos...

Pega fogo e só pode dar nisso:

Belas produções poéticas!


Beijos vermelhos...


Mi e Chico!


P.S: Queriamos comentar todos os textos anteriores, mas já nos perdemos em quais não comentamos e vc coleciona tantos comentários... rsrs...


Mais beijos!

Marcos Pinheiro disse...

Tesudo isso, hein?

©tossan disse...

É verdade e deveríamos pensar assim sempre, sugar o amor como se fosse acabar mesmo! Beijo

jorge@ntunes disse...

e o amanha nunca chega,é sempre pouco...:)

kiss

Darling disse...

Amei tudo que li....vc é muito talentosa além de está com boa inspiração......




Fiquei orgulhosa de vc!!!!!

Thiago Maia disse...

Adoro esses blogs simples no layout, com tudo facinho de visualizar. Já é um bom começo, [risos].

E prazer, Sou o Thiago Maia! És irmã de quem? E obrigado pro gostar do meu jeito de comentar, rs. Tem gente que finge que ler e comenta, pra ganhar 'ibope', acho... Se é pra ler, leia de verdade, de qualquer forma é improtante pro aprendizado!!!

Te adicionei a meus favoritos. Seguindo seu blog também.

BEIJOS

Thiago Maia disse...

Li agora seu texto... Tenho dois pensamentos pra ele:

1 - Carpe diem: aproveite cada momento como se fosse o último, não sabemos como será nosso amanhã. Daí podemos perder oportunidades que são únicas.

2 - O que é pra ser feito, vale a pena ser BEM feito!!!

givanildo disse...

O desabrochar de uma flor, o canto dos passáros ao ser tocado pelos raios solares, o amor, o prazer...
O toque... Como é fantástico, mágico, seus efeitos naquele momento.
Feliz de quem sabe viver o amor desta forma sobrenatural.

Abração minha amiga!

Dona Poesia disse...

Belo poema, apaixonante e apaixonado!
Quero tb agradecer a sua presença lá no meu cantinho.
beijão

Poetinha Feia disse...

Esse poema tocou-me.
Tocou-me tão profundamente
Que lágrimas vieram
ao meus olhos.

Muito bom!!!

Bj

O Profeta disse...

Ao meu querer!
Dias noites, estações esquecidas
Inventei sonhos para sonhar
Lavei mágoas, dores perdidas

Uma árvore toca as águas da lagoa
O nevoeiro faz desenhos nas cumeeiras
Um Melro negro solta um pio ao acaso
A palavra quero-te diz-se de mil maneiras


Convido-te a ver a Cor da Claridade


Doce beijo

A Magia da Noite disse...

O toque é uma porta aberta para a alma, saber senti-lo deixar entrar, é como libertar-se do corpo e desnudar a alma.

Paulo Genz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sandrita disse...

Seria impossível sair daqui dizendo que este poema não me tocou.
Intocáveis parecem ser os teus versos, de tão belos que são.

Elque Santos disse...

Porque trepar é bom de mais, heim...
Sejamos francos...[2]
É mesmo ôôô!!!!!!!!!!!! Então toca-me...Na moral despetalando, e se chegando kkkkkkkkkk UUUUUUUUUHUUUUWWWWWWWWWW

Davi Machado disse...

Hum
Que obra prima, esse teu jeito de escrever tem uma força que nem sei como definir!
que inspiração é essa heim? (risos)
ok minha amiga! to aqui aplaudindo às quatro da madruga, eita insônia!

beijos

Davi

Alvaro Oliveira disse...

Olá amiga Poetíssima

Hoje venho aquiconvidá-la a me honrar com sua visita ao meu blog
para receber um carinho com meu
Selo de 2000 Visitas que também
lhe pertence.

Um beijo

Alvaro