29 de nov de 2011

Mais Mulher...

 
Me sinto mais mulher,
quando sei que está próximo o nosso encontro.
Me sinto mais mulher,
quando sei que queres me ver,
tão quanto quero estar em tua presença.
Me sinto mais mulher,
quando estou a minutos do teu abraço.
Me sinto mais mulher,
quando, enfim, abraça-me e eu te envolvo,
fugimos do mundo, entramos no nosso espaço. 

Me faço mais mulher,
quando olha-me e sei que despe-me no olhar.
Me faço mais mulher,
quando toca-me e eletriza-me o corpo.
Me faço mais mulher,
quando beija-me e funde nosso espaço em um só.
Me faço mais mulher,
quando sinto todas as tuas carícias a me envolver.
Me sinto mais mulher,
quando não me permites respirar,
no fogo ardente de nossos momentos. 

Me sinto mais mulher ao teu lado.
Me faço mais mulher com você.
Me sinto mais sua a cada abraço.
E, quero ser mais tua a cada amanhecer.



4 reações:

mfc disse...

Ser-se mulher por inteiro... é uma beleza!

Fie disse...

Esse poema ficou tão...

"Seu

Tudo eu quero de você,
Tudo eu quero que sinta,
que seja, que sorva,
que tenha...

Quero-te minha, só minha.
Para que eu possa dizer
que sou só seu também.
Seu e de mais ninguém..."

Preciso dizer que amo responder poesias com poesias? Velhas manias não morrem. x)

Cara ciumenta mais dramática que eu. XD

Nos seus poemas eu conheço mais pedaços lindos e prazerosos de você, com vontade de conhecer mais pedaços eu fico, com mais vontades ainda de ter você só pra mim e me dedicar à ti fico mais ainda...

Balada? Eu na balada? Jura pra mim que você consegue imaginar um nerd rpgista barbudo e... ha-ham... "fofinho" XD... numa balada curtindo e pegando a mulherada? Sua imaginação é bem fértil. u.u
Eu só pego Chuva meu bem, e só por que amo ela por demais. E se ficar com ciúme da Chuva, o que eu acredito que possa ficar, aguenta e lê até o final que vai ter uma surpresa. =)

Ai ai... esse comentário vai ser maior que o anterior. Que bom, sei que você gosta. :*

Até que as provas foram mais fáceis do que eu pensei que seriam... o.o
Eu já passei, só vou fazer algumas pra ver se melhoro nota. =)

Ah... você com certeza é um mal, mas é um mal que espanta todos os outros males. Um mal viciante e prazeroso que vai me consumir e eu vou amar ter cada vez mais. Um mal que me possuiu e que não me importo de dizer que sou dependente de ti agora. :*

Ah... Eu sou intenso, quando tenho algo para qual quero o ser. E sou também com minha arte. ;x

Eu discordo, você pode ser agreste por nascença, mas sua natureza é mais silvestre e selvagem que sei bem... ;p

Ah, você é um bichinho muito do curioso que eu sei. xD

E sim, te tenho muitas vezes em pensamentos, de muitas formas... e é sempre muito gostoso. ;*

É, a vida sempre toma todo nosso tempo, daí precisamos argumentar com a vida pra ela deixar um tempinho sobrando pra gente fazer outras coisas... Como esperar.

Mas é pra pensar besteira! ;p
Eu acordei empolgado por que fiquei pensando detalhadamente em deliciosos momentos nossos juntos... ;x

Olha eu não lembro o que eu disse sobre não fazer poemas... Mas o que eu quis dizer é que não tenho costume de fazê-los... Sabe quantos poemas eu tenho guardados aqui? 35, com esse do comentário aqui são 36... poucos, nem da pra fazer um livro. ^^

Não ficou específico que eu quero e preciso de ti de muitas formas?

Você sabe que adoro te deixar sem graça com essas coisas. =)

Isso mesmo. Você pegou bem o lance entre eu e os elementos. ;p

Animes? Ferrou. Wolf's Rain é épico (foi daonde tirei a frase "O lobo procura a flor, a flor procura o lobo"). Gungrave me fez chorar litros por que é sobre uma amizade estragada. Mononoke Hime (princesa mononoke) é lindo! Howl's Moving Castle (Castelo Animado) também! Ah... qualquer animação do Studio Ghibli é perfeita.

Eu comecei a ver animes como qualquer outro moleque da minha época. Dragon Ball no SBT. xD
Depois Fly, depois Cavaleiros do Zodíado, Yuyu Hakusho e Shurato na extinta Manchete. xD
A vida era boa. ;p

Primeiro mangá que li foi Love Hina, tinha coleção completa, mas toda vez que lia aquilo no final me dava depressa, daí eu dei os mangás pra uma amiga. xD

Cheguei a comprar Inu-Yasha, mas é grande demais pra continuar, e tenho trocentas edições de Evangelion. Depois desanimei. Hoje em dia é difícil eu me apegar à um anime.

Eu sei que eu não expliquei o por que da água. ;p

"Por que o Sol nasceria da fúria do fogo?", eu sei lá! Por que você nasceu da sua mãe? xD
Não arrume resposta pra tudo, se quiser arrumar uma resposta que seja algo bem ilógico. Como assim: Uma faísca de fogo escapou da Terra com dificuldade e não querendo ser presa a nada nem a ninguém essa pequena faísca fugiu para o Nada do espaço e lá cresceu se alimentando do Nada até se tornar a enorme bola de fogo que hoje conhecemos por Sol. =P

A parte do eclipse que tu descreveu eu gostei bastante. Ta pegando o espírito da coisa. x)

[continua]

Fie disse...

Vida cotidiana? Não, é só uma fantasia. x)
Nada mais. No máximo eu acredito no onipresente Ar. Só nele. Com os outros elementos tenho pouco ou nenhum contato... no máximo com a Água, mas não como com o Ar.

Haha! xD
Não precisa ter medo. Você só vai pra lá ideológicamente. Só preciso conceber você lá como uma idéia. xD

Não... você pegou a idéia do conto de fadas errado, como a maioria das pessoas pegam. No "E viveram felizes para sempre..." você não pode ouvir apenas essas palavras... Quando se fala que eles "viveram" eles viveram como qualquer outra pessoa, riram, choraram, discutiram, brigaram, fizeram as pazes, se feriram, se recuperaram, envelheceram... mas em nenhum momento deixaram de ser felizes por conta disso. E o "para sempre"... é que a felicidade deles foi eternizada no conto de fadas que foi passado de pessoa pra pessoa, de pais para filhos. =)

Além disso... a vida não passa de uma eternidade limitada pela própria vida. ^^

E o ideal é imaginar mesmo, contos de fadas existem pra soltar nossa imaginação. =)

Você quem está na desvantagem agora. ;p
Que vai fazer? xD

Pode cravar, existem dores que são prazerosas se aplicadas na medida certa... ;p

Dessa vez eu levei só uma hora. Acho que quase exata. =)

Ah... só pra matar um pedaço da sua curiosidade... Eu amo a Chuva, ela pra mim é a manifestação natural mais bela da Água... Só por você gostar da Água e se identificar com ela já é como se você em parte fosse uma personificação humana feminina (e maravilhosa) dela... Eu me sinto mais perto da Chuva assim...

Gostou de ter a curiosidade morta? ;p

Beijos querida. Volta pra mim logo... :*

[acho que dessa vez escrevi demais hein? não sabia que tinha limite de caracteres aqui... o.o]

Pensador disse...

Maravilhoso!
Só posso desejar a constante renovação de momentos assim, em sua vida. Assim, poderemos ter, de volta, as suas deliciosas palavras... ;)
Beijo!